loose water sketches

Em algum lugar de São Paulo // Somewhere at São Paulo City.
(Arches cold press paper)
Sao-Paulo-SP

 

Aqui, praticamente deixei a aquarela fazer seu trabalho.
Reflection study – Here, I practically let the pigment do the job by itself.
pigment

 

Study – Pen, Ink and watercolor

pen-ink-watercolor
Very quickly sketch, but enough to demonstrate color variation. I did it after watching a class of  Travel Sketching in Mixed Media Course
by Marc Taro Holmes – An amazing online course offered by craftsy
(Arches Cold Press Paper)

Aventuras errantes com pena e pincel

watercolor

Eu tenho uma mesa digitalizadora profissional.  Ferramenta muito boa que utilizo para eventuais trabalhos que exigem determinado padrão seja para web, impressão ou simplesmente para agilizar as coisas em situações que demandam um prazo mais apertado.
Mas se tratando de trabalhos pessoais, experiências, aquele rabisco nosso de cada dia, nada como tinta e papel.  Não tem como dizer que o tradicional é melhor que o digital e vice-versa, sendo que muitas vezes as técnicas até convergem. Ambas demandam aprendizado e não oferecem muita coisa sem o mínimo de talento ou vontade de fazer.
Só que pra mim a coisa vem da sensação, do prazer de sujar os dedos e unhas na tinta, de improvisar, de remendar e de exercitar o desapego do ‘ctrl+z’ que não tem preço . Ainda que o resultado possa variar do tosco ao satisfatório, não importa. As vezes Arte é apenas uma questão de necessidade.

———–\\———

I’ve got a Graphic Pen Tablet for drawing. A very good tool indeed that I usually use for specific commissions or simply to speed things up, once the deadline is too tight. It really depends of the situation. However, speaking of personal stuff or everyday doodles, nothing else can be more enjoyable than ink and paper. Certainly the traditional media will ever substitute the digital media or vice versa and occasionally both methods might even converge. Both techniques require learning, talent and strength.
But the thing is that for me I need to feel the sensation, the pleasure of have ink on my fingers and nails, be able to improvise and not only rely on the ‘ctrl+z’ whenever I need to. Well, this kind of thing is priceless. Even though the result may range between the awkward and tolerable. Because sometimes Art is just a matter of necessity.

Minhas adoráveis Brush Pens

mangabeira-brush-1Depois da mais completa frustração em experimentar uma sakura pigma , decidi há algum tempo atrás pesquisar sobre outros modelos de caneta pincel. Graças a reviews como esse do grande Mario Cau  e esse  de uma moça do Urban Sketcher eu finalmente achei a luz.  Essas canetas são fantásticas e as minhas eu comprei do site Jetpens , Meca dos amantes de canetas, lápis e acessórios. Graças a Deus eles entregam no Brasil (cruzando  os dedos das mãos e dos pés para não ser taxado).
Se morar em São Paulo, também recomendo dar uma volta no Bairro da Liberdade. Lá tem uma milenar papelaria japonesa chamada ‘Sol’ que também vende essas preciosas. Abaixo alguns sketches criados com quatro modelos da marca Kuretake.

—//—

Right after the most thorough frustration testing a sakura pigma, I decided a couple of time ago look for other brush pen brands. Thanks to reviews like these from Mario Cau and from an Urban Sketcher member,  I’ve finally found my way out. These pens are awesome and the ones I’ve got I’ve bought from Jetpens  which is the  Meca for sketch lovers interested in pens, pencils and accessories. Thanks God they ship to Brazil. Bellow some sketches created with four types of Kuretake brush pen.

Kuretake No. 8 Fountain

Corpo longo e de plástico. Recarregável com cartuchos originais ou com outro tipo de tinta. Em se tratando de brush pen é uma das que apresentam ótimo custo benefício.

—//—

Long and plastic body. Refillable with either original cartridge or other type of ink. Among the several kinds of brush pen, the Kuretake nº 8  is one of the best cost-benefit ratio.

mangabeira-brush-2

Kuretake No. 6 Double Sided Brush Pen – Soft – Gray & Black Ink

Detalhe interessante dessa ponta dupla (preto e cinza) é o seu tempo de vida. Apesar de não ser recarregável, tenho usado regularmente há mais de um ano e a tinta dos dois ainda responde muito bem.

—//—

Interesting detail about this one in particular is that although it is a non-refillable pen,  it has a pretty good lifetime. I’ve been using the both sides regularly for over a year and the ink is still pretty good.

mangabeira-brush-4mangabeira-brush-5

Kuretake No. 13 Fountain Brush Pen – RED

Caneta muito bonita, de tamanho médio que se ajusta bem a mão. Recarregável e com uma   ponta sintética. Trabalha muito bem com traços largos ou finos.
–//–
Beautiful and bright red body.  The medium size allows a pretty good handhold. Refillable with a synthetic and precise tip, works very well for either large or thin strokes.

mangabeira-brush-3mangabeira-brush-7

 

Kuretake No. 40 Fountain Hair Brush Pen – Sable Hair + Refill

De tamanho e design muito similares a anterior, a Kuretake  40  tem a ponta feita com o famoso pelo de marta. E tem sim um traço muito bonito. Ainda não usei o bastante, mas na  minha opinião (tirando o preço) não supera a sua irmã kuretake 13.

—//—
Quite similar to the Kuretake 13 in design and size, this one has a tip made from the famous authentic sable-hair which provides a nice stroke. I haven’t used it so much so far, but regardless the price I think the kuretake nº 40 doesn’t beat the nº 13.

mangabeira-brush-6


Kuretake brush pen

 

Joe

Mais um do meu Earthbound Recycled Sketchbook. Caderninho que venho usando cada vez mais.
Suas folhas de papel reciclado juntamente com marcadores e lápis de cor me permitem explorar boas tonalidades de cor. Recomendo!
—//—

Another drawing on my Earthbound recycled sketchbook which I’ve been using increasingly.
Its recycled paper tones combined with markers and color pencils allows me to create interesting hues. I highly recommend this one.

joe-2